segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Agora é a vez da Pantera

a Pantera já levou choque no motor da geladeira...fraturou o fêmur e passou por cirurgia...ficou um tanto amarga e arisca...mas com muito amor e paciência, conseguimos amansar essa férinha...olha só que gracinha no vídeo, reparem que ela responde quando a chamo:

video

Guida fazendo charminho

Aqui em casa, os meus gatos tem horário de recolher....ás 17 hs, todos devem estar dentro de casa, e só vão sair no quintal novamente assim que clarear o dia.
E cada dia temos uma surpresa, nesse dia, a Guida ficava fazendo charminho na frente da janela do meu quarto...filmei tudinho.Ela só entrou quando que Chacoalhei o pote de ração...confiram: video

domingo, 19 de agosto de 2012

Novo cabeçalho do bloguinho!!!

Queridos amigos....
 Quero apresentar a vocês o novo layout do blog, um cabeçalho lindo feito pela amiga Dona Gam, ela é Ama do Gatito e da Mauau, sempre conta história incríveis, todos que amam seus pets, devem conferir esse blog maravilhoso.
Conheçam os queridos amigos:
Mauau

Gatito




sábado, 18 de agosto de 2012

terça-feira, 17 de julho de 2012

Desaparecimento e Retorno da Rosinha

Um dos piores momentos da minha vida.
Dia 19 de Maio de 2012 foi um sábado...passei a tarde fora e quando voltei, fui conferir se todos os gatos estavam dentro de casa (estabeleci uma regra...as 18 hs colocamos todos os gatos dentro de casa, e só podem sair no outro dia pela manhã, fiz isso depois que meu Timão sumiu, ele gostava de passar as noites na rua, voltava de manhã...um dia não voltou mais).
A Rosinha não estava, procurei em todos os cantos da casa,( pois eles gostam de dormir em locais improváveis) e nada, sai pela rua chamando pelo nome dela e nada.
Passei a noite em claro e qualquer barulho eu saía lá fora.
Foram exatos 9 dias de angustia e sofrimento,noites em claro chorando... mas não desisti, continuei procurando,andei por todo meu bairro, perguntando para as pessoas se a viram, espalhando pelas redes socias...
Até que na terça-feira  dia 29 de Maio, minha irmã e minha sobrinha estavam passando de moto e a viram correndo para uma construção...Ela é pretinha,mas estava usando uma coleira rosa com bolinhas brancas...foi o que chamou a atenção da minha sobrinha e o que ajudou no reconhecimento a distância.
Quando minha irmã me contou...larguei tudo que estava fazendo e sai correndo feito uma maluca desvairada...Minha sobrinha mostrou o local, e o unico acesso era por um barranco...e eu subi sem nem olhar pra trás, e quando a vi meu coração quase saiu pela boca.
ela estava muito assustada, e miava, mas não vinha até mim.
Minha sobrinha pegou a ração, e quando eu chacoalhei a Rosinha veio e grudou em mim.
Quando a trouxe pra casa, e a vi tão magrinha, e comendo com tanto desespero, comecei a chorar...chorei tanto de alegria, de alivio, por ela estar bem e por Deus ter atendido minhas orações.
Sabe, acredito que muitas pessoas ficavam imaginando que um gato a menos não me faria falta, já que tenho tantos...Eu não decidi ter 8 gatos, nunca pensei que um dia chegaria a tanto,mas já que ninguém quis adotá-los e dar amor a eles,decidimos ficar com todos, e dar a cada um deles muito amor e cuidados necessários, posso ficar deixar de comer uma pizza ou qualquer coisa gostosa, mas meus gatos não podem nunca ficar sem a ração deles, compramos ração de boa qualidade e fazemos o possível pra terem conforto e carinho.

A escolha dos nomes dos filhotes...

Antes mesmo de decidirmos ficar com um gatinho, sempre que faziam alguma gracinha, nunca dava pra identificá-los (sempre tem aquele que faz carinho, aquele que é mais bravinho...)
Então colocamos fitas coloridas em cada um deles e os chamavámos pela cor...Lilásinha, verdinha, laranjinha, azulzinho, Rosinha...
Enfim, eles conseguiram tirar as fitas, e somente uma delas permaneceu com a fita e foi a Rosinha, notamos que ela era muito apegada á minha mãe,então decidimos ficar com ela.
O único menino eu escolhi Charlie (sei lá, pensei no desenho do Snoopy, o Charlie Brown).
A Tininha,acho que foi a ultima a nascer,pois ela é muito pequena e miúda...tinininha...kkkkkk
Daí quando eles fizeram 6 meses, consegui a castração gratuita, e fui buscar uma das gatinhas que doei para castrar junto com os meus filhotes...quando eu coloquei essa gatinha perto dos meus filhotes, fiquei em choque, ela estava muito magra e bem menor do que os meus,até a Tininha que sempre foi menor.
Falei com a pessoa que adotou, ela disse que a gatinha ficava o tempo todo na rua, e que não parava em casa nem pra comer, que temia pela segurança dela.então peguei devolta...e o nome dela ficou Pequena.



quarta-feira, 11 de julho de 2012

A Cria da Honney

Dia 11/10/2011 na véspera do dia das crianças, nasceram os bebês da Honney...6 filhotinhos, todos pretinhos!!!!
Essa crianças não davam sossego á mamãe Honney...a coitadinha não conseguia nem comer, eles já começavam a chorar...




Inconfundivél, apesar de serem todos da mesma cor, preto, este é o unico machinho, o Charlie.
É o único que consigo identificar nas fotos de recém nascidos...Dá pra ver claramente o pipizinho...rsrs


 Esta é uma das menininhas...


Aqui é uma menininha, já com 10 dias de vida...olha a barriguinha gordinha de tanto mamar!!!
 Aqui outra com os olhinhos abertos...já colocando as garrinhas pra fora...acho que deve ser a Rosinha...kkkk ela é a mais bravinha da cria.
 

Honney a pelúcia

Estava na casa da minha vizinha, e vimos no telhado da casa do meio (entre minha casa e a casa dela) um gatinho preto, bem pequeno, eu chamava, e aquele gatinho miava.
Fui pra minha casa e continuei chamando, o gatinho se aproximou, e veio nas minhas mãos...peguei no colo aquela coisinha pequena e vi que era uma menininha.Era visível que não tinha dono, pelo sujo, magra,cheia de pulgas...Cuidei dela e a adotei, decidi chamá-la de Honney, pois ela é muito fofa, delicada, carinhosa...um docinho!!!
Sempre dizemos que a Honney é mole, pois quando vamos pegá-la no colo, ela solta todo peso e parece um urso de pelúcia, daqueles todo molengo...rsrs
Os dias foram passando e percebi que ela estava barrigudinha, dei vermifugo, pois ela veio da rua, precisava de cuidados.Mas a barriguinha foi crescendo...levei a no veterinário e pois logo seria castrada, mas não foi possível, já estava com cria,e pelas contas, já estava quando a adotei.


 
Estas duas fotos, foram tiradas pouco tempo depois da Adoção

Aqui, dois dias antes do nascimento dos filhotinhos  , ela estava bem magrinha, só tinha barriga grande.











Aqui, depois do nascimento dos filhotinhos





Essa fotos são as mais recentes...Minha pelúcia gorda e linda!!!



Pantera...a fera da cidade!!!

Minha Negra Pantera...querida Pam Pam é a nossa fera...
Quando a Pam Pam era filhote e ainda estava para adoção, eu a levei junto com outra gatinha, na casa de uns amigos(para eles decidirem qual gata adotariam,pois já tinham duas gatas, e precisavam ver a reação delas junto).Logo que chegamos, a Pantera cheirou a casa e aparentemente estava gostando do ambiente, enquanto a outra gatinha ficou pertinho da gente...derrepente, a Pantera sumiu...procuramos por todo lado, até que decidimos olhar atrás dos móveis...ela estava no motor da geladeira, eu a chamava e ela não saía, eu arranquei ela de lá (recebi vários arranhões...)meus amigos decidiram adotar a outra gatinha, trouxe a ferinha de volta.Decidimos chamá-la de Pantera,desde pequena já se demonstrava uma ferinha.
Quando a Pam Pam completou um ano, fraturou o fêmur( até hoje não sabemos como isso aconteceu, só percebemos a fratura, por que ela gemia se encostássemos na pata traseira), levamos ao Veterinário, e no raio X apareceu a fratura.Ela foi operada dias antes do Natal, passei uma semana em claro cuidando do curativo e vigiando para que ela não subisse em móveis, para não atrapalhar a recuperação.
Graças a Deus, ela se recuperou bem, e depois dessa fase difícil, ela criou um vinculo maior comigo, passou a confiar mais em mim.Ela continua brava, mas sempre me obedece.